Os maiores ski resorts do mundo têm tantas atrações espalhadas pelas montanhas que não são mais considerados apenas lugares para esquiar. Nos últimos 40 anos, a tendência, especialmente na Europa, tem sido a fusão das áreas de esqui com suas vizinhas para criar domínios esquiáveis impressionantes. O resultado, além de quilômetros de pistas para praticar uma variedade de esportes na neve, é o surgimento de gigantescos complexos de lazer, com bares, restaurantes, spas, lojas, vilarejos, entre outras atrações imperdíveis.

Veja, a seguir, a lista que preparamos com os maiores ski resorts do planeta e escolha um deles (ou vários, por que não?) para ser o seu próximo destino de viagem!

1. Os 3 Vales (França): no coração da Savoia, a maior área de esqui do mundo tem oito estações para você conhecer

600 quilômetros de descidas, 332 pistas de esqui para todos os níveis, mais de 160 teleféricos: esses números dão uma ideia da grandiosidade que você encontrará no domínio de esqui dos 3 Vales, localizado no coração da Savoia, nos Alpes franceses. Ao todo, o maior ski resort interconectado do mundo engloba oito estações de esqui, incluindo Courchevel, Val Thorens, Méribel, Les Menuires e Orelle.

Val Thorens, a estação de esqui mais alta da Europa, é um dos destinos dos 3 Vales mais procurados pelos fãs de esportes de inverno e neve. Com um dos melhores après-ski (pós-esqui) do mundo, a estação tem atividades para todos os gostos – desde atrações para crianças à deliciosa gastronomia dos Alpes, passando por parques de neve e bares no topo das montanhas para você se divertir.

2. Portes du Soleil (França e Suíça): uma área de esqui ideal para descobrir dois países, duas culturas

Com 307 pistas espalhadas por 12 estações de esqui, Portes du Soleil está no segundo lugar da lista dos maiores ski resorts do mundo. Localizada na divisa entre a França e a Suíça, entre o Lago de Genebra e o imponente Mont Blanc, a área de esqui é famosa pela excelente queda de neve. A moderna Avoriaz, a cidade mercantil de Morzine e os favoritos da família Les Gets e Chatel são os grandes resorts franceses, enquanto Champery se destaca no lado suíço.

Os snowboarders têm à disposição uma seleção de parques de neve com half-pipes e corrimãos, localizados em muitas das estações da região. Já os praticantes de esqui avançados podem se aventurar na “Le Pas de Chavanette”, uma das pistas mais íngremes e desafiadoras do mundo, popularmente conhecida como “paredão suíço”.

3. Sella Ronda (Itália): um circuito de esqui em torno de um cenário natural surpreendente

No norte da Itália, as Dolomitas são formadas por uma das paisagens de montanhas com neve mais espetaculares do mundo. E é nesse cenário que fica a área de esqui de Sella Ronda, uma rota circular de esportes na neve que contorna o maciço da Serra da Sella e inclui 26 quilômetros de descidas. O loop pode ser concluído tanto no sentido horário quanto no anti-horário por esquiadores e snowboarders de nível intermediário e avançado.

Seguindo a rota mais rápida no sentido horário, os esquiadores mais competitivos podem completar todo o circuito em aproximadamente três horas. No entanto, a maioria das pessoas prefere aproveitar o dia, estendendo-o para cerca de seis horas, com paradas para um café e um almoço tranquilo ao estilo “dolce vita” italiano.

4. Paradiski (França): uma viagem inesquecível por algumas das melhores estações de esqui dos Alpes

Segundo maior domínio esquiável da França, o Paradiski é formado pelas estações Peisey-Vallandry, La Plagne e Les Arcs. São 425 quilômetros de pistas conectadas por modernos meios de elevação, o que faz do lugar um paraíso para os fãs de esportes de inverno. No total, 137 pistas são classificadas com a cor azul para aprendizes e iniciantes, enquanto 115 rotas em vermelho e preto estão reservadas para os mais experientes.

Pela altitude, as condições da neve são perfeitas durante todo o inverno para você aproveitar ao máximo as suas férias. Além dos esportes mais tradicionais, o Paradiski oferece uma variedade de experiências imperdíveis, incluindo áreas de diversão (boardercross, chronospeed, snowpark, airbag, half pipe, etc.) e o fantástico Vanoise Express, um teleférico de dois andares que liga La Plagne e Les Arcs, e descortina uma belíssima vista panorâmica para as montanhas.

5. Os 4 Vales (Suíça): Vista de tirar o fôlego para os principais picos da Europa

Os 4 Vales, a maior área de esqui interligada da Suíça e quinto maior ski resort do mundo, reúne mais de 60 teleféricos e 410 quilômetros de pistas espalhadas por seis estações de esqui: Verbier, Bruson, La Tzoumaz, Nendaz, Veysonnaz e Thyon/Les Collons. Oferecendo um terreno desafiador de alta altitude, o domínio – especialmente a estação de Verbier – é mais indicada para esquiadores intermediários e experientes, apesar de oferecer áreas para iniciantes também.

Uma das principais atrações dos 4 Vales é o mirante do Mont Fort, a 3330 metros de altitude, onde você pode ver alguns dos principais picos nevados da Europa, como os imponentes Matterhorn e Mont Blanc.

6. Via Lattea (Itália/França): atividades para todos os gostos e muitas opções além do esqui

Que tal vivenciar o autêntico estilo de vida dos vilarejos no norte da Itália, na região do Piemonte? Essa experiência está disponível na área de esqui da Via Lattea, que oferece mais de 400 quilômetros de pistas na fronteira ítalo-francesa. Os Jogos Olímpicos de Inverno de Torino, em 2006, colocaram a área de esqui no mapa internacional. As estações de Sestriere, Cesana e Sansicario sediaram todos os eventos alpinos, e deram início a uma atualização significativa do sistema de elevação.

Além dos esportes de inverno tradicionais, como o esqui e o snowboard, a Via Lattea conta com ótimas trilhas para caminhada nórdica e esqui cross country, passeios de trenós e patinação no gelo. A região também é conhecida pelo ótimo pós-esqui, com a boa gastronomia italiana e seus famosos queijos, frios e vinhos.

7. Matterhorn Ski Paradise (Suíça/Itália): ski resort com vista para a icônica montanha Matterhorn

Já pensou em esquiar com vista para a famosa montanha Matterhorn? Isso é uma realidade na área de esqui Matterhorn Ski Paradise, o sétimo maior ski resort do mundo. Situado no vale de Aosta, na divisa entre a Suíça e a Itália, o domínio de esqui engloba as incríveis estações de Zermatt-Matterhorn e Breuil-Cervinia.

Juntas, elas têm 360 quilômetros de pistas para todos os níveis, em um cenário alpino espetacular. A área de esqui conta ainda com um parque de neve para snowboarders e esquiadores freeride, mirantes espetaculares, além de uma série de restaurantes de montanha que combinam a deliciosa gastronomia dos dois países.

8. Arlberg (Áustria): animação e o charme dos vilarejos típicos das montanhas austríacas

Arlberg, na Áustria, é considerada uma das áreas de esqui mais belas do mundo. Com seus 305 quilômetros de pistas e 200 quilômetros de neve profunda para esquiar, o domínio compreende pequenas cidades e vilarejos históricos com construções típicas das montanhas austríacas. A região atrai esquiadores de todo o mundo para enfrentar suas pistas desafiadoras, mas também para aproveitar a animada cena après-ski, que inclui os bares mundialmente famosos Mooserwirt e Krazy Kangur.

St Anton – listado como um ótimo destino de esqui para solteiros – é a maior estação de Arlberg, compreendendo várias áreas menores. A atmosfera cosmopolita faz da estância um lugar único para esquiadores e não esquiadores, com muitas lojas, cafés e casas noturnas.

9. Val d’Isere / Tignes (França): um dos principais ski resorts dos Alpes

Se você pesquisar sobre onde esquiar nos Alpes, certamente vai encontrar informações sobre o domínio esquiável de Val d’Isere e Tignes. Pela altitude e clima, é possível aproveitar os 300 quilômetros de pistas até mesmo durante a primavera europeia, sob o sol.

A área de esqui já recebeu as principais competições esportivas de inverno do mundo e, por isso, é perfeita para quem quer se aventurar nas modalidades de inverno.

Em Val d’Isere, uma das estações de esqui mais charmosas dos Alpes, a boa é esquiar e depois passear tranquilamente pelas ruas do centrinho, com chalés de pedra e construções elegantes típicas da região da Savoia, além de aproveitar os bares e restaurantes espalhados pelo local.

10. Alpe d’Huez (França):um ski resort perfeito para férias na neve em família

Alpe d’Huez é um dos melhores lugares para curtir férias de esqui na Europa. Com 250 quilômetros de pistas, você pode experimentar o esqui e o snowboard, além de outras atividades na neve, como a caminhada nórdica, a patinação no gelo e a caminhada com raquetes nos pés.

O local foi premiado com o título ‘Famille Plus’ pela organização de turismo francesa por ser uma região especialmente adequada para férias em família. O domínio esquiável também é conhecido pela vista do terraço panorâmico do Pic Blanc, a 3300 metros de altitude, e pela “La Sarenne”, uma das maiores pistas de esqui do mundo e a mais extensa classificada com a cor preta, de nível difícil. Vale a pena conhecer!

Outros artigos que podem te interessar

Resorts recomendados