Uma das estações de esqui mais famosas da Europa, Alpe d’Huez, na França, faz parte de uma extensa área esquiável interligada. Embora sua popularidade como estância de inverno seja devido à sua diversidade de encostas de alta altitude, adequadas para todos os níveis de habilidade, são os esquiadores avançados, freeriders e viciados em adrenalina que fazem a festa no local. Se você faz parte desse time, confira abaixo os mais eletrizantes desafios de esqui em Alpe d’Huez!

1) La Sarenne, a pista preta mais longa da Europa

Todo grande esquiador ou snowboarder sonha em encarar os desafios de esqui radical mais lendários do planeta. E um deles é a La Sarenne de Alpe d’Huez, considerada a pista preta (alto nível de dificuldade) mais longa de toda a Europa. Acessível a partir do topo do Pic Blanc, a 3.300 metros de altitude, a descida tem 16 km de pura adrenalina.

Alguns profissionais sugerem que La Sarenne não tem uma classificação preta verdadeira, pois o gradiente médio é mais próximo ao de uma pista azul/vermelha. No entanto, seu comprimento por si só sugere que esta não é uma pista de esqui para todos. Uma vez que você começa a descida, não há como voltar atrás!

2) Le Tunnel é perfeita para os melhores esquiadores

Também com acesso desde o cume do Pic Blanc, Le Tunnel é outro desafio de esqui para os fãs de adrenalina que visitam a estação de Alpe d’Huez. A descida começa com uma curva fechada e segue para uma pista estreita que leva você até um túnel – literalmente uma passagem criada no coração da montanha, com 200 metros de comprimento.

Depois de passar pela montanha, respire fundo e encare o terreno de moguls (saliências na neve) mais íngreme da França (gradiente de inclinação de 35°) enquanto aprecia a magnitude natural dos Alpes franceses. É imperdível!

3) Fortes emoções na Champagne Run

Este desafio de esqui não é para os mais fracos. Com 2.200 m de queda vertical , a Champagne Run é um verdadeiro teste de resistência que leva cerca de meia hora para quem resolve descer a pista sem parar. Você passará por uma mistura de pistas pretas e vermelhas e também pela famosa pista Le Tunnel que mencionamos anteriormente. Mas por que é chamada de Champagne Run? Porque quando você consegue chegar até o fim, definitivamente merece uma bebida para comemorar! Veja o vídeo:

4) Encare também o desafio Chacun son Everest

Sob o lema: “Mon premier 8000 – à Chacun son Everest!” (Meus primeiros 8.000 metros – Um Everest para todos!), Alpe d’Huez recomenda a combinação de quatro pistas particularmente longas – incluindo La Sarenne – que percorrem toda a estância de esqui. Cada etapa ultrapassa os 2.000 metros de altitude, totalizando mais de 8.000 metros percorridos – o Monte Everest tem 8.849 metros de altitude, daí o nome do desafio.

Para fazer isso, você precisa subir o Pic Blanc quatro vezes, pois é desse observatório de 3330 metros de altitude que tudo acontece. Sua façanha será validada nos caixas do teleférico e, no fim, você pode então obter o seu certificado “Meus primeiros 8000” em troca de € 1, pago integralmente à associação “A chacun son Everest” de Christine Janin, médica e alpinista, que ajuda crianças doentes a chegar ao cume e escalar “seu próprio Everest”.

Visitar Alpe d’Huez é uma experiência única, não somente pelos desafios da nossa lista, mas por todos os prazeres, atividades e vivências que o local reserva às suas férias de inverno. Ficou com vontade de viajar para a França e conhecer essa bela estação de esqui? Então comece a organizar o seu roteiro agora mesmo! E se precisar de mais dicas, assine a nossa newsletter gratuita para receber novidades exclusivas.

Outros artigos que podem te interessar

Resorts recomendados