Por acaso, você sabe o que é esqui alpino? Seja como hobby ou atividade competitiva, é a modalidade de esqui mais popular que existe. Envolve basicamente descer uma encosta coberta de neve sobre esquis, com foco na velocidade. Exige, ainda, coragem e habilidade em igual medida; força, técnica, agilidade e equilíbrio. Sem contar que é um esporte de inverno super versátil, praticado tanto por profissionais como por amadores nas principais estações de esqui ao redor do mundo.

Se você está pensando em esquiar na neve nas próximas férias e descobrir paisagens magníficas por aí, vai gostar de saber um pouco mais sobre a história, as regras e outras curiosidades do esqui alpino. Acompanhe:

Uma breve história do esqui alpino

A primeira disputa de esqui alpino em Jogos Olímpicos aconteceu em 1936 na Alemanha, mas a origem da modalidade é bem mais antiga do que isso. Alguns arqueólogos descobriram fragmentos de esqui (pranchas de madeira) que remontam aos tempos pré-históricos, em países como Rússia, Finlândia, Noruega e Suécia. Essa descoberta, portanto, indica que o esqui na neve faz parte do cotidiano dos países mais frios há milhares de anos.

Como esporte moderno e atividade de lazer, os primeiros registros são do século 19, na Noruega – antes disso, andar de esqui era apenas uma maneira de se locomover. As primeiras competições foram realizadas na década de 1840 e o primeiro torneio nacional norueguês aconteceu em 1868. A partir daí, o esqui foi conquistando fãs em outros países da Europa e nos Estados Unidos. Na época, muitos esquiadores faziam viagens para os Alpes em busca de diversão durante estadias prolongadas de inverno nos centros de turismo alpinos.

Onde o esqui alpino é mais popular hoje?

A lista de países onde o esqui é popular é longa! O Canadá está sempre presente no ranking dos melhores lugares para esquiar na neve por conta de seus excelentes destinos de inverno. O Japão é famoso pela qualidade de sua neve. Já os Estados Unidos oferecem uma grande variedade de estações de esqui, enquanto a Suíça tem belas paisagens e terreno variado, adequado para todos os níveis de experiência. A Áustria é conhecida por suas belas cidades de esqui, enquanto a Itália combina ótimos destinos com uma comida maravilhosa! Também se destacam a Argentina e o Chile aqui na América do Sul, além da Nova Zelândia.

No entanto, no topo da lista de melhores lugares para praticar esqui alpino está a França. A região dos Alpes franceses concentra as maiores áreas de esqui do planeta para você aprender a esquiar ou aperfeiçoar suas habilidades. As instalações de esqui na França são modernas, com resorts charmosos e vilarejos de inverno que oferecem uma atmosfera descontraída para você desfrutar de deliciosas comidas e bebidas durante o après-ski. Tão empolgantes quanto são as vistas deslumbrantes para as montanhas nevadas!

As modalidades de esqui alpino

Para entender o que é esqui alpino competitivo de verdade, é interessante saber que as provas são organizadas em torno de seis modalidades diferentes: Downhill, Super-G, Slalom Gigante, Slalom, Combinado e Paralelo. Os eventos são baseados em velocidade e/ou técnica, e realizados em diversos campeonatos e copas nacionais e internacionais, assim como nos Jogos Olímpicos de Inverno. Veja os detalhes de cada modalidade de esqui alpino:

  1. Downhill: considerada uma das provas de esqui alpino mais importantes, o Downhill é uma disciplina marcada pela velocidade. Os esquiadores podem atingir até 160 km/h na descida, com curvas desafiadoras, grandes quedas verticais e saltos incríveis durante o trajeto.

  2. Slalom: na disciplina mais técnica do esqui alpino, as curvas são muito rápidas e os espaços entre as portas são muito próximos, o que exige total atenção dos esquiadores alpinos para realizar mudanças rápidas de direção.

  3. Slalom Gigante: é semelhante ao Slalom, mas apresenta um percurso maior com mais curvas e um grande número de portas para passar (de 30 a 65).

  4. Super-G (Slalom Super Gigante): combina a velocidade das corridas de Downhill com a habilidade técnica do Slalom. Possui curvas longas e radicais de alta velocidade.

  5. Combinado (Alpine Combined): é uma disputa somada de diferentes modalidades: Downhill ou Super-G, seguida por uma prova de Slalom. Os tempos dos dois eventos são somados para determinar a classificação final do esquiador.

  6. Paralelo: nessa prova de esqui alpino, os atletas se enfrentam em um duelo realizado em duas pistas paralelas idênticas.

Os Jogos Olímpicos de 2018, em PyeongChang, marcaram a estreia do chamado Evento de Equipes. A prova conta com uma equipe mista de dois homens e duas mulheres competindo por suas seleções nacionais em um Slalom mano a mano com eliminatória por rodada.

As regras do esqui alpino

Para cada disciplina de esqui alpino, um percurso é criado usando portas vermelhas e azuis feitas com dois postes conectados por uma faixa esticada entre eles. O atleta deve esquiar em torno de todos os portões na ordem prescrita para não ser desclassificado. Além da regulamentação nas provas de esqui alpino, há algumas regras de conduta para um bom convívio entre os esquiadores nos destinos de neve mais famosos do mundo. Veja as principais:

  • Não coloque a si mesmo ou a outras pessoas em perigo;
  • Ajuste sua velocidade de acordo com as habilidades, terreno e condições;
  • Respeite seu dever de ceder aos esquiadores e snowboarders à sua frente;
  • Sempre deixe espaço para movimentos voluntários ou involuntários ao passar por outro esquiador ou snowboarder;
  • Nunca pare ou sente-se em áreas estreitas ou escondidas;
  • É bom aprender a ler um mapa de esqui para seguir as placas de sinalização das pistas, marcações e instruções corretamente;
  • Todos têm o dever de ajudar em caso de acidente ou lesão.

Quais são os principais equipamentos de esqui alpino?

Escolher bons equipamentos de esqui alpino é essencial para o seu desempenho e segurança nas pistas. Além do par de esquis, botas e fixações, você vai precisar de alguns acessórios primordiais, como óculos de esqui (goggles), luvas de neve e capacete de segurança. O bastão, outro instrumento usado na prática de esqui, serve como um terceiro ponto de apoio, garantindo o seu equilíbrio nas curvas.

Já a roupa de esqui alpino precisa proteger do frio intenso e permitir os movimentos. Em qualquer checklist para praticar o esporte há a recomendação do uso de três camadas de roupa (segunda pele, blusa de lã ou fleece e peças impermeáveis), além de meias térmicas apropriadas, gorro de neve e aquecedor de pescoço.

Muita gente tem dúvidas se é melhor comprar ou alugar os equipamentos. A verdade é que, se você não for um profissional ou esquiador assíduo, o aluguel é sempre a melhor opção. Nas estações de esqui e nas lojas dos melhores resort de neve, você pode alugar tudo que precisa e ainda contar com a ajuda de profissionais para te indicar os equipamentos mais adequados ao seu perfil.

Esqui alpino: dicas extras e dúvidas comuns

  1. Se você já se perguntou o que é esqui ou o que significa esqui, saiba que a palavra pode indicar tanto o esporte como o equipamento necessário para praticá-lo. Semelhante a uma prancha, o esqui é, na verdade, utilizado em pares – um em cada pé.

  2. Outra dúvida comum é como se escreve esqui. Tanto “esqui” como “ski”, a versão original em inglês, são aceitas. Mas quando se trata do verbo, skiar ou esquiar, a segunda forma é a mais indicada.

  3. Nunca esquiou e não sabe por onde começar? A melhor opção é comprar pacotes de resorts All Inclusive com todas as facilidades que você precisa para esquiar na neve sem preocupações: aulas para iniciantes, aluguel de equipamentos no próprio local, passes de teleférico para o seu grupo e muito mais.

  4. Durante as aulas para novatos, deixe a vergonha de lado. Afinal de contas, as lições costumam reunir pessoas do mesmo nível que você. Os profissionais das escolas são qualificados e estão sempre dispostos a te ensinar as técnicas mais básicas do esporte. À medida que acontece a evolução, você é apresentado ao espírito competitivo e velocidade do esqui alpino.

Gostou de saber o que é esqui alpino e suas principais particularidades? Se bateu forte a vontade de praticar a modalidade, há destinos de neve incríveis ao redor do mundo para você fazer uma viagem de esqui emocionante – dos Alpes à Ásia, passando pelos países da América do Norte. Chame a família e os amigos, decida pelo lugar que mais combina com suas necessidades e boas aventuras!

Outros artigos que podem te intreressar

Tignes
Tignes
Inverno
Espaço Exclusive Collection

Tignes

França